Bem vindo ao E-familynet     Entrar/Login     Cadastre-se  
  Nós somos 595676 usuários

E-familynet o Portal da familía
Há 14 anos com você  |  Seguir E-familynet        |  Faça E-family a sua home page  |  Novo por aqui? Cadastre-se  |  Login
1859 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

Aborto Espontâneo - Fatos

Um aborto espontâneo é uma experiência extremamente angustiosa e traumática. Ocorre quando uma gravidez que parecia estar desenvolvendo-se normalmente termina de maneira abrupta, deixando a mulher emocionalmente devastada.
Cerca de 15 a 20% das gravidezes reconhecidas concluem-se dessa forma. Esse número pode chegar até à 50% de todas as gestações, se contados os casos de mulheres que nem perceberam que estavam grávidas.

O aborto espontâneo é quando a perda do embrião se dá antes da vigésima semana de gestação, quando o feto não está em condições de sobreviver fora do útero materno.
A maioria dos abortos espontâneos ocorrem durante o primeiro trimestre, diga-se, nas primeiras 12 semanas. É também chamado de aborto involuntário.
Cerca de 85% das mulheres que sofreram um aborto espontâneo vão conseguir ter uma gravidez normal e saudável após o ocorrido.

Por quê ocorrem os abortos espontâneos?
As causas exatas são desconhecidas. Quando uma mulher sofre um aborto espontâneo durante o primeiro trimestre, é muito comum que o médico não saiba determinar a causa. Sem dúvida, a maioria dos abortos espontâneos ocorrem quando a gravidez não está se desenvolvendo normalmente e em geral, não há nada que a mulher nem seu médico possam fazer para impedir.

Entre os fatores que compravadamente provocam abortos espontâneos durante o primeiro trimestre, o mais comum é uma anomalia cromossômica no feto. A maioria das anomalias cromossômicas são resultado de um óvulo ou um espermatozóide defeituosos. Essas anomalias são mais comuns em mulheres acima dos 35 anos, por isso, essas mulheres sofrem um maior risco de terem um aborto espontâneo quando engravidam.
Na grande maioria dos casos, o médico dirá a mulher que teve um aborto espontâneo que a causa foi uma anomalia cromossômica no feto. Sem dúvidas, existem outros fatores que podem causar a perda do feto como: infecções, problemas hormonais ou de saúde na mãe.

Um estudo realizado recentemente descobriu que as mulheres com infecções vaginais têm 5 vezes mais chances de terem um aborto espontâneo.

Os hábitos da mãe também podem aumentar o risco de um aborto espontâneo no primeiro trimestre. Segundo o resultado de vários estudos, mulheres que fumam, consumem álcool ou drogas correm um risco ainda maior.

O aborto espontâneo durante o segundo trimestre deve-se à problemas externos (por exemplo, incontinência do colo uterino, mal formação uterina, insuficiência de desenvolvimento uterino, fibroma, infecções do embrião e de seus anexos).

Infecções maternas ou anomalias cromossômicas também podem causar um aborto espontâneo mais tardio.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

Ótimo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 220 vezes
A avaliação está em 3.95




 




©1999-2014 E-familynet copyright reserved by WebTec SA


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que você acesse o e-familynet através de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que você use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×