Bem vindo ao E-familynet     Entrar/Login     Cadastre-se  
  Nós somos 593026 usuários

Há 13 anos com você  |  Seguir E-familynet        |  Faça E-family a sua home page  |  Novo por aqui? Cadastre-se  |  Login
1338 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

A ocorrência de uma gravidez gemelar

Para muitas pessoas, essa é uma dúvida que vem em mente ao se engravidar ou até antes: "Quais as minhas chances de ter gêmeos?"
Para alguns, porque já houve casos na família e para outros porque já se submeteram à tratamentos de fertilidade. Uns gostariam de ter uma gravidez gemelar, outros pretendem evitar ao máximo.

Está comprovado que a ocorrência de gêmeos se dá mais em umas famílias que em outras. Isso se deve à um gene que a mulher possui e que predispõe a uma ovulação dupla. Se a futura mãe é filha de uma mulher que teve gêmeos, ou se ela tem uma tia que já teve gêmeos, suas chances de ter uma gravidez gemelar são maiores. Mas o homem pode transmitir esse gene para sua filha também.
Se o pai tem um irmão gêmeo ou em sua família há caso de gêmeos, esse gene pode ser transmitido para sua filha e esta terá maiores chances de ter uma gravidez gemelar.
Até onde se sabe, só o lado da mulher é que conta ou seja, se o seu marido é gêmeo, isso não influi em suas chances mas, se você tem uma irmã gêmea, suas chances são altas.

Mas, sem dúvidas há famílias em que nunca houve um caso de gravidez gemelar e então, aí está o primeiro caso. Como explicar? Há várias possibilidades:
• A idade da mulher é um fator que conta. Quanto mais alta sua idade ao engravidar, maiores suas chances de ter gêmeos. Acima dos 30 suas chances já começam a aumentar. Conforme a mulher vai envelhecendo seu corpo naturalmente produz mais hormônios que estimulam a ovulação o que pode levar seus ovários à liberarem mais óvulos à cada mês.
• Depois de tomar pílulas anticoncepcionais durante muitos anos, há grandes chances de se ter gêmeos (tanto monozigóticos como dizigóticos). Não se sabe o porquê, nem está comprovado cientificamente mas, o número de casos de mulheresque engravidaram de gêmeos e afirmaram que foi logo após deixarem um tratamento anticoncepcional de pílulas durante vários anos leva-se a acreditar nessa possibilidade.
• Após vários partos anteriores, aumenta-se a chance para uma gravidez gemelar.
• Se a mulher se submete a um tratamento de fertilidade, suas chances de ter gêmeos ou múltiplos aumenta consideravelmente.
• Mulheres negras (ou descendentes) têm mais probabilidades de ter uma gravidez gemelar que mulheres asiáticas (ou descendentes).
• Um fato interessante é que, mulheres de estatura alta têm entre 25 e 30% mais chances de terem gêmeos.

Pouco se sabe quanto à ocorrência de gêmeos idênticos. Há indícios de que a ocorrência tem um componente hereditário envolvido mas, o fator que leva um zigoto (óvulo fecundado) a se dividir ainda não está totalmente esclarecido.
No entanto, sabe-se que um tratamento in vitro, está cientificamente demonstrado que há maior possibilidades de que o zigoto depois de sua implantação no útero, divida-se em dois (ou três), surgindo então gêmeos ou trigêmeos idênticos.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

Ótimo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 127 vezes
A avaliação está em 4.03




 




©1999-2014 E-familynet copyright reserved by WebTec SA


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que você acesse o e-familynet através de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que você use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×