2898 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

A importncia do Espermograma

Embora os problemas femininos sejam mais frequentemente associados infertilidade, os fatores masculinos esto presentes em quase metade dos casos.
A investigao dos fatores femininos muitas vezes desgastante, podendo ser necessria realizao de vrios exames de sangue, ultrassonografias seriadas, radiografia contrastada do tero e tubas uterinas (histerossalpingografia), e at mesmo de procedimentos cirrgicos que requerem internao hospitalar e anestesia, tais como a videolaparoscopia.

Ao contrrio, a investigao do fator masculino de infertilidade quase sempre se restringe realizao de um nico exame: o espermograma.
O espermograma geralmente indicado aps um ano de tentativas para engravidar.
Entretanto, em algumas situaes, esse exame deve ser realizado mais precocemente, como, por exemplo, nos casos em que a mulher tem mais de 37 anos, ou quando j existe um fator feminino de infertilidade com indicao de tratamento. Nos casos em que j existe um histrico pessoal ou familiar que revele maior probabilidade de haver alteraes seminais, o espermograma deve ser realizado o mais precocemente possvel, com intuito de planejar o futuro reprodutivo.

Embora no seja um exame invasivo, ainda existe certa resistncia por parte dos homens realizao do espermograma, muitas vezes por puro machismo. comum o homem achar que, pelo fato da vida sexual estar normal, no existe nenhum problema com ele. Esse tipo de pensamento no tem nenhum fundamento, pois dificilmente existe alguma relao entre potncia sexual e capacidade reprodutiva. Existem, portanto, homens com dificuldade de ereo e/ou de ejaculao que no apresentam infertilidade e, por outro lado, homens com vida sexual plena, com ejaculao normal, mas que apresentam graves alteraes no espermograma.

Outra causa comum de resistncia realizao do espermograma o fato do homem j ter tido filhos.
Isso nunca deve ser motivo para no realizao desse exame, pois vrias alteraes podem surgir ou se agravar com o tempo. Sendo assim, um homem que era frtil pode tornar-se infrtil com o passar dos anos.

Pelo fato do espermograma ser um exame fundamental para deciso sobre o tratamento a ser realizado, importante que seja feito em um laboratrio de confiana.
O laudo do espermograma deve ser completo, contendo todos os parmetros da anlise seminal. Na ausncia de alteraes, no h necessidade de se repetir o exame. Entretanto, o mdico deve analisar cuidadosamente todos os parmetros para que no haja risco de considerar um exame alterado como normal. Quando o laudo estiver incompleto ou existir algum tipo de alterao, o espermograma dever ser repetido. Caso, aps um espermograma alterado, um segundo exame no revele nenhuma anormalidade, deve-se realizar um terceiro exame para confirmao ou no das alteraes encontradas.
Nos casos em que no se encontra espermatozides aps anlise do smen, deve-se solicitar sempre um novo exame. Nesses casos, a anlise seminal deve ser feita criteriosamente, aps centrifugao de todo o material. Em alguns casos, a identificao dos espermatozides s possvel aps um perodo de cultivo em laboratrio.

Hoje em dia, com o advento da injeo intracitoplasmtica de espermatozides (ICSI), possvel realizar uma fertilizao in vitro mesmo com nmero bastante reduzido de espermatozides. Assim, o encontro de espermatozides no ejaculado pode evitar a realizao de procedimentos desnecessrios, tais como punes ou bipsias testiculares.

Dr. Leonardo Meyer de Moraes
Diretor da Clnica FERTIBABY
leomeyer@fertibaby.com.br
www.fertibaby.com.br


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

×

Este artigo foi avaliado 251 vezes
A avaliao est em 3.94



 

©1999-2018 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×