1870 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

O estmulo, facilitando o apetite sexual

A falta de apetite sexual pode ter as mais variadas causas: psicolgicas, fsicas ou emocionais; no importa quando ocorre, sempre traz como conseqncia uma sensao desagradvel de que alguma coisa no est funcionando.
Se no bastassem os fatores internos, ainda temos que lidar com os tabus que deitam e rolam sobre a sexualidade de todos ns.As mulheres, de maneira geral, so as mais sacrificadas, e por muito tempo castradas em seu desejo sexual, como se este fosse um exclusivo direito masculino.
H bem pouco tempo atrs, era um descalabro uma mulher denunciar que gostava de sexo e que tinha prazer sexual; tinham elas que se portar com tamanho recato que pareciam seres assexuados.
Quando a sexualidade comeou a chamar mais ateno, trouxe tambm como conseqncia mais restries, exatamente porque se percebeu o grande trunfo que seria divulgar que o prazer era lcito e necessrio. Movimento este que inclusive comeou na Inglaterra quando a rainha Vitria questionou o prazer sexual, que comeava a aparecer mais explicitamente.

A masturbao aparece como a grande vil, e assim surge o veredicto que at hoje a acompanha, obscurecendo o exerccio lcito do prazer provocado, tornando-a pecaminosa, com um nus de culpa e vergonha.
No preciso muito esforo para concluir que os mitos e tabus acontecem exatamente nesse momento, quando a sexualidade colocada prova. A mulher era necessria para o prazer dos homens e criao dos filhos.
Jamais lhe fora dado o direito de sentir prazer. Por sinal, a possibilidade de uma mulher sentir um orgasmo era muito mal vista, ou melhor, nem era considerada. Um nmero considervel de mulheres, ainda hoje, no consegue chegar ao pice do prazer sexual, por conta da herana de uma educao familiar ou religiosa rgida, de um trauma infantil, angstia ou medo de uma gravidez indesejada, um descontrole emocional ou ainda por pretexto de estar vivendo uma situao momentnea particularmente difcil, o desinteresse do companheiro pelo sexo com a parceira, a torna ainda mais culpada, como se fosse ela sua nica causadora.

A mulher bombardeada de todas as formas, como herana traz a necessidade de provocar o prazer e a seduo e quando no acontece, tida como a grande vil do desejo desfeito, muitas vezes desencadeando o surgimento da frigidez. Cabe a ambos, desenvolver a seduo, estimular e valorizar o relacionamento, possibilitando assim como conseqncia, o revigoramento do desejo. O prazer o acessrio que de presente o corpo nos oferece, facilitando a convivncia e a proximidade dos parceiros, um direito adquirido e um dever a ser cumprido, o relacionamento com o outro torna facilita a vivncia deste preceito , a dimenso da entrega, a realizao com outro, torna a busca do prazer uma conquista nica.

O prazer espordico, fica envolto numa acomodao impensvel de que um pequeno prazer seja suficiente e melhor do que nada, como se a capacidade de produzir ou no prazer fosse automtica, independente de empenho e dedicao. As razes so as mais variadas, a gravidez que exigindo cuidados especiais, poderia desencadear uma apatia sexual, por conta de uma pretensa fragilidade do feto, quando que, a bem da verdade, geralmente alavanca o desejo sexual, alm dos aspectos emocionais, os fisiolgicos que contribuem com uma maior irrigao sangnea nos rgos genitais, facilitando o excitamento e o desejo.

O relacionamento sexual durante a gravidez traz portanto um benefcio adicional no s para a gestante, como tambm para o companheiro que se beneficia deste desejo, compartilhando a mgica da gravidez de forma intensa e prazerosa.
Um outro pretexto pela falta de excitao feminina pode tambm ser a dificuldade de sentir e observar os prprios rgos genitais, imaginando-os feios e mal formados, como se isso provocasse vergonha, e a rejeio dos homens.

Mesmo bombardeadas com a obrigatoriedade da silhueta perfeita, do sentimento verdadeiro, da pronta felicidade, coerncia e independncia, o que convenhamos nem sempre possvel, as mulheres no imaginam o quo excitantes para os homens, so seus genitais, sempre misteriosos, exclusivos em seu formado assim como o corpo e o prprio rosto.
Cabe a cada um de ns, desvendar os mistrios, sem prejuzo da vivncia lcita e sadia da prpria sexualidade, no se perdendo em mitos e tabus absurdos que s confundem e boicotam o estmulo ao prazer.

Cssio dos Reis
CRP 4776-6
Psiclogo, psicanalista e sexlogo, experincia de mais de 27 anos.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

×

Este artigo foi avaliado 143 vezes
A avaliao est em 3.95



 

©1999-2018 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×