Participe em uma das maiores comunidades, é divertido e é totalmente gratuito! +600.000 pessoas já estão participando.
2133 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

hMG - Gonadotrofina da mulher menopausada

Substncia: hMG - Gonadotrofina da mulher menopausada
Remdio: Pergonal

Na menopausa, em virtude do pequeno nmero de folculos ativos nos ovrios, as concentraes de inibina e estradiol so baixas.
Isto leva a aumento tanto da concentrao de gonadotrofinas quanto de sua excreo pela urina, donde extrada. Cada ampola de hMG contm quantidades iguais de FSH (Hormnio Folculo Estimulante) e de LH(Hormnio Luteinizante) - 75 UI ou 150 UI de cada um. A quantidade a ser administrada varivel, e o efeito colateral mais grave a sndrome de hiperestimulao ovariana. Candidatas para esse tratamento so mulheres com baixo nvel de estrognio e que no responderam ao tratamento com clomifeno.
Outras possibilidades incluem tambm mulheres com sndrome de ovrio policstico e infertilidade inexplicvel.

Administrao na mulher com ciclos regulares: sua administrao pela via intramuscular e diria a partir do segundo ou terceiro dia do ciclo, a grande maioria dos pacientes respondendo com doses que variam de uma at seis ampolas por dia (uma ampola = 75UI de FSH e 75UI de LH). A dosagem estabelecida de acordo com os princpios gerais de estimulao controlada dos ovrios. O controle do desenvolvimento folicular realizado atravs de:
1 ultra-sonografias seriadas, iniciando-se no sexto ou stimo dia de estmulo, com finalidade de medir o crescimento folicular (o que se faz tomando-se a mdia de dois dimetros perpendiculares do mesmo) e a espessura do endomtrio, bem como observar o seu aspecto; e 2 dosagens plasmticas de estradiol, geralmente realizadas nos dias da ultra-sonografia, com finalidade de avaliar a normalidade funcional dos folculos em desenvolvimento.

Esta monitorizao permite o controle da administrao da quantidade do medicamento, que pode variar para mais (se a resposta for pobre: sem crescimento folicular, nveis de estradiol baixos) ou menos (se a resposta for exagerada: crescimento de nmero muito grande de folculos, nvel muito alto de estradiol). Quando pelo menos um folculo tiver o dimetro mdio igual ou maior que 18 mm ao ultra-som, so administradas 5000 a 10000 UI de gonadotropina corinica humana (hCG), com finalidade de simular a ao do LH na maturao final dos ocitos.
Administrao na anovulao crnica: nestas, primeiramente administrado progestgeno com a finalidade de induzir a descamao endometrial. Considerando-se o dia de incio do sangramento como o primeiro dia do ciclo, procede-se como nas pacientes com ciclos regulares. Em virtude da resposta exagerada que podem apresentar, o estmulo exige mais cautela em relao s doses de hMG administradas. Uma forma ade manipular esta sensibilidade encontrar a dose mnima de hMG necessria para iniciar o crescimento folicular, que depois ser mantida durante o ciclo todo. Para isto, pode-se iniciar o ciclo com uma ampola de hMG e, se no houver crescimento folicular aps 14 dias, aumentar a dose em meia ampola. Persistindo resposta negativa, a dose ser acrescentada em mais meia ampola a cada 7 dias, at que se obtenha crescimento folicular, quando ento ser mantida.

Efeitos colaterais: o efeito colateral mais importante a sndrome da hiperestimulao ovariana, que ocorre em quase todas as pacientes, de forma leve ou moderada. De fisiopatologia ainda a ser totalmente esclarecida, acredita-se que seja iniciada nos ovrios estimulados, por meio de alteraes na permeabilidade vascular e de aumento da sntese e liberao de renina (desencadeado pelo hCG). A primeira seria agente da perda de lquido de alta osmolaridade para a cavidade peritonial, enquanto a segunda, atravs do sistema renina-angiotensina-aldosterona, tem sido responsabilizada pelas alteraes hidroeletrolticas,pressricas e hematolgicas da sndrome.
Os sintomas se desenvolvem cerca de uma semana aps aplicao do hCG, e incluem: palidez, desconforto respiratrio, dor abdominal, nuseas e vmitos. Exames de laboratrio podem mostrar leucocitose, alteraes hidroeletrolticas e hemoconcentrao. A ultra-sonografia mostra aumento do lquido na cavidade abdominal e ovrios aumentados.
Pacientes com maior probabilidade de desenvolver formas mais graves da sndrome so: jovens, magras e mulheres com resposta exagerada ao estmulo ovariano, caracterizada por:
1 ultra-sonografia mostrando inmeros folculos pequenos (em geral mais de 10 por ovrio) e ovrios com dimetro maior que 10 cm, no dia da administrao do hCG, e 2 estradiol plasmtico muito elevado no dia da administrao do hCG (acima de 6.000 pg/ml).
Nestas condies, prefervel protelar a administrao do hCG por at 3 dias (coasting) ou, em casos mais extremos, suspender a sua administrao.
Especial cuidado deve ser tomado com as pacientes anovulatrias crnicas, que so particularmente sensveis ao desenvolvimento da hiperestimulao.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 251 vezes
A avaliao est em 4.06




 

©1999-2017 E-familynet - O portal da família


Ol pessoal, temos grandes novidades!

O E-familynet 3.0 est pronto e online!

A internet mudou muito e a maneira como as pessoas usam e interagem online tambm e, por isso, o E-familynet tambm precisou mudar.

O Novo E-familynet est online e pronto para ser utilizado.

Todos os logins e amizades foram transferidos para o novo sistema. No necessrio fazer novo cadastro para a nova pgina se voc j possua uma conta ativa no E-familynet antes da mudana. Assim, o mesmo nome de usurio e senha deve ser utilizado.

As pginas antigas do site continuam abertas para visitao e leitura, no sendo possvel editar ou incluir novas informaes e mensagens. O antigo E-familynet.com no mais existir partir de 2018! Antigos usurios podem ainda efetuar login atravs deste link de login (Login) com o propsito de salvar informaes apenas. A incluso de novas informaes ou mensagens no mais permitida.

Qualquer dvida entre em contato com sys-admin@e-familynet.com

Escolha agora o que voc deseja fazer:
 Ir para o E-familynet 3.0 (novo)    Continuar no E-familynet antigo

×

Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×