1808 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

Tcnica de maturar o embrio evita gravidez mltipla

Uma das nicas complicaes da Fertilizao In Vitro (FIV), a gestao mltipla, pode ser evitada atualmente com a transferncia mais tardia para o tero dos embries fecundados em laboratrio.

Isto significa transferir os embries em estgio de blastocistos, deixando-os mais tempo em laboratrio para obter uma seleo embrionria melhor e, portanto, transferir menos embries para a paciente de modo a evitar o risco dela ter mais de um embrio realmente implantado. O blastocisto um embrio em estgio avanado de desenvolvimento.
No processo natural de gravidez e concepo, o embrio se implanta na parede do tero em estgio de blastocisto. Ento, se temos um embrio em laboratrio neste estgio, ele tem um grande potencial de implantao.

Ambiente Favorvel
Entretanto, hoje sabemos que a transferncia de embries para o tero neste estgio um processo totalmente cego. Quando chegam cavidade uterina neste estgio, os embries encontram um ambiente desfavorvel, pois nesta fase eles naturalmente se encontram nas trompas. Alm disso, a motilidade uterina inversamente proporcional progesterona circulante, propiciando maior contratilidade da musculatura uterina nesta fase, pelo fato de a progesterona estar em nveis baixos no sangue.
Ao contrrio do que acontece em animais, o fato de se transferir embries em estgios mais precoces de desenvolvimento para o tero humano parece no comprometer o seu potencial de crescimento, mantendo-se as taxas de gravidez satisfatrias.
A preferncia de transferir embries com 4 a 8 clulas, ao invs de blastocistos - que j tm mais de 16 clulase encontram-se em um estgio adiantado de desenvolvimento - estrelacionada ao receio e insegurana em relao aos efeitos da cultura prolongada. Se a cultura no se encontra em timas condies, poder haver o comprometimento da viabilidade dos embries, com diminuio das chances de sucesso do tratamento.
Por outro lado, a cultura prolongada nos fornece uma certa seletividade embrionria, ou seja, podemos obter um nmero maior de embries com parada do crescimento e, mesmo, com desenvolvimento anormal (altas taxas de fragmentao), determinando, de forma mais precisa, quais os melhores embries, ou seja, os que esto mais aptos implanta

Fisiologia Favorvel
Outro ponto positivo da cultura prolongada uma melhor sincronizao com o ciclo menstrual natural, transferindo-se os embries em um momento mais prximo das condies fisiolgicas ideais para a implantao no endomtrio. Portanto, o blastocisto mais compatvel com a cavidade uterina e com a chamada "janela de implantao", que acontece em torno do 5 ao 6 dia ps-ovulao.
O objetivo da FIV com a cultura dos embries at blastocistos selecionar os embries de melhor qualidade, aqueles com o melhor potencial de desenvolvimento e, portanto, com maiores chances de implantao. Progressos considerveis tm acontecido desde os estudos iniciais de cultura de embries. Na dcada de 70 alguns autores publicaram trabalhos sobre o desenvolvimento de meios de cultura mais complexos, tomando por base a composio qumica das secrees do trato genital feminino (Tervit, 1972, e Menezo, 1976).
Apesar do empenho e das constantes pesquisas de vrios cientistas no aperfeioamento desses meios, os resultados de desenvolvimento embrionrio, em cultura, eram frustrantes, ocorrendo, quase sempre, um retardo no crescimento in vitro da maioria desses embries. A formao in vitro de blastocistos passou a ser um indicador de qualidade e desenvolvimento embrionrio, o ltimo possvel controle do embrio antes da transferncia.

Menor taxa de gestao mltipla
Teoricamente seria desejvel que todas as pacientes alcanassem o estgio de blastocisto, o que por si s evitaria a gesta ccedil;o mltipla. O problema que apenas 40% dos embries chegam a blastocisto no laboratrio, em condies in vitro. Se tivermos de dois a trs blastocistos disponveis, eles so transferidos porque resultam em nmero suficiente para a obteno da gravidez. O estgio de blastocisto obtido no quinto dia no laboratrio, aps a aspirao dos vulos. O melhor estgio de um embrio no terceiro dia chegar a oito clulas.
A FIV tenta simular o ambiente do organismo materno quando ocorre, nas trompas, a unio do espermatozide com o vulo. Buscamos mimetizar, no laboratrio, as mesmas condies do organismo, mas no um processo simplificado. Utilizamos estufas, incubadoras com temperatura controlada, presso de CO2 controlada, de modo a tentar reproduzir ao mximo o organismo materno. Conseguimos manter em boas condies um embrio at o terceiro dia de cultura no laboratrio. Neste perodo, obtemos timos resultados de cultura - embries com at 60% de possibilidade de formar oito clulas no terceiro dia. Estender essa cultura para alm de dois dias implica diminuir o potencial desse embrio, que comea a se desenvolver mais lentamente. por essa razo bsica que escasseiam os embries chegando a blastocistos. Se tivermos que optar, numa paciente que no tenha tantos embries, por transferir no terceiro dia ou correr o risco e estender o prazo de cultura em dois dias, preferimos transferir no terceiro dia porque esses embries tero melhor chance de chegar no organismo ao estgio de blastocistos. O mdico que trabalha com reproduo assistida gostaria de transferir o menor nmero de embries com as mesmas chances de gravidez da paciente. O que se obteria: as mesmas condies de gravidez, mesmas taxas de sucesso e o risco de gestao mltipla cada vez menor em conseqncia da transferncia de um nmero cada vez menor de embries. Quanto menos embries so transferidos, menos gestao mltipla haver. Numa paciente que transferiu quatro embries e noutra que transferiu trs, a chance desta vir a desenvolver gmeos e trigmeos muito maior, e uma terceira que transferiu dois blastocistos ter chance ainda menor de ter gmeos. O fato de um em cada grupo de dois se desenvolver uma incgnita relacionada falta de conhecimento sobre todas as etapas relacionadas ao mecanismo de implantao. Quando as respostas forem integralmente obtidas, ser necessrio transferir apenas um blastocisto para se obter a gestao em 100% das tentativas. Como se joga com a probabilidade de gravidez, temos que transferir mais embries para que pelo menos um deles possa se fixar parede do tero e a gestao ter continuidade.
A incidncia de gestao mltipla na FIV gira em torno de 25% - na populao em geral, a gestao gemelar situa-se na faixa de 1%. O objetivo, hoje, na reproduo assistida, reduzir a taxa de gestao mltipla, oferecendo uma gestao que atenda s expectativas da paciente. Gestao gemelar contm em si um risco maior de prematuridade, custo maior do berrio e de acompanhamento neonatal, alm da possibilidade de complicaes no parto, embora hoje transcorra com muito mais tranqilidade que no passado. No entanto, os riscos aumentados de perda, prematuridade e internao prolongada esto atualmente mais associados trigemelaridade.
importante destacar, porm, que uma paciente nessas condies gravdicas ter um risco maior de desenvolver alteraes da vascularizao, com repercusses sistmicas, independentemente dessa gravidez ter sido ou no obtida por meio da Fertilizao In Vitro.

Clnica Vida


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 225 vezes
A avaliao est em 4




 

©1999-2017 E-familynet - O portal da família


Ol pessoal, temos grandes novidades!

O E-familynet 3.0 est pronto e online!

A internet mudou muito e a maneira como as pessoas usam e interagem online tambm e, por isso, o E-familynet tambm precisou mudar.

O Novo E-familynet est online e pronto para ser utilizado.

Todos os logins e amizades foram transferidos para o novo sistema. No necessrio fazer novo cadastro para a nova pgina se voc j possua uma conta ativa no E-familynet antes da mudana. Assim, o mesmo nome de usurio e senha deve ser utilizado.

As pginas antigas do site continuam abertas para visitao e leitura, no sendo possvel editar ou incluir novas informaes e mensagens. O antigo E-familynet.com no mais existir partir de 2018! Antigos usurios podem ainda efetuar login atravs deste link de login (Login) com o propsito de salvar informaes apenas. A incluso de novas informaes ou mensagens no mais permitida.

Qualquer dvida entre em contato com sys-admin@e-familynet.com

Escolha agora o que voc deseja fazer:
 Ir para o E-familynet 3.0 (novo)    Continuar no E-familynet antigo

×

Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×