1088 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

I

• Implantação do Embrião
A inserção do embrião no interior do tecido de modo que possa estabelecer contacto com o suprimento de sangue da mãe para a sua nutrição. A implantação usualmente ocorre na camada que recobre internamente o útero; no entanto, numa gravidez ectópica, pode ocorrer noutro local.

• Indução da ovulação
Tratamento médico realizado para iniciar a ovulação.

• Infertilidade
A incapacidade de conceber após um ano de relações sexuais não protegidas (seis meses se a mulher tem mais de 35 anos de idade) ou a incapacidade de manter a gravidez até o termo.

• Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (Intracytoplasmic Sperm Injection, ICSI)
Uma micromanipulação (ocorre sob microscopia), procedimento no qual um único espermatozóide é infetado diretamente no interior do óvulo para possibilitar a fertilização com contagens de espermatozóides muito baixas ou com espermatozóides não-móveis (espermatozóides que não nadam efetivamente em direção ao óvulo). O embrião é, então, transferido para o útero.

• Inseminação Artificial (Artificial Insemination, AI)
Introdução de espermatozóides diretamente no interior da vagina ou no útero, com o uso de um cateter. Geralmente é indicada para casais com infertilidade masculina, como baixo volume de sêmen, baixa concentração ou motilidade diminuída dos espermatozóides bem como para problemas de desempenho sexual e para utilização de um doador de espermatozóides. Mas a inseminação artificial também pode ser utilizada para tratar casos de infertilidade feminina, como problemas do muco cervical ou fatores imunológicos. É um procedimento relativamente simples e indolor, realizado no consultório médico. Numa técnica denominada inseminação intra-uterina (IIU), o médico insere os espermatozóides diretamente no interior do útero, próximo do momento da ovulação. Caso a mulher tenha muco cervical em pequena quantidade ou ausente, esse procedimento aumenta as hipóteses de fertilização. Algumas vezes, mais de uma inseminação é realizada para garantir que a inseminação coincida com a ovulação.

• Inseminação intra-uterina (IIU)
Procedimento no qual o médico coloca os espermatozóides diretamente no interior do útero através do colo usando um cateter.

• Insuficiência ovárica
Incapacidade do ovário de responder à estimulação da FSH proveniente da hipófise, devido a lesão ou malformação do ovário, ou a uma doença crônica, tal como uma doença auto-imune. É diagnosticada por FSH elevada no sangue.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

Ótimo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

×

Este artigo foi avaliado 128 vezes
A avaliação está em 4.07



  

©1999-2018 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que você acesse o e-familynet através de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que você use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×