1314 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

C

• Canal cervical
Parte mais baixa do útero, interior do colo uterino, que se estende para dentro da vagina. Dilata-se durante o trabalho de parto para permitir a passagem do bebê.

• Cariótipo
Análise dos cromossomos.

• Cateter
Equipamento descartável extremamente flexível utilizado para transferir os pré-embriões ou gametas para o interior da cavidade uterina.

• Cavidade uterina
Cavidade virtual do interior do útero, onde se encontra um revestimento chamado endométrio.

• Ciclo menstrual
O ciclo menstrual de uma mulher começa no 1º dia em que ela menstrua e vai até o último dia antes da próxima menstruação. Num ciclo normal, a menstruação demora de 28 a 30 dias para aparecer, e dura, em média, de três a cinco dias. O que determina a quantidade do fluxo é o tamanho do útero, a quantidade de endométrio (revestimento interno do útero) e a quantidade de hormonas: estrogênio e progesterona produzidos pelo ovário. O ciclo menstrual é regido por uma série de alterações hormonais, que funcionam de forma imperativa entre as glândulas hipotálamo, hipófise, ovários, adrenal e tiróide. Qualquer disfuncionamento nesta cadeia de eventos pode levar a mulher a ter alterações na menstruação. O ciclo pode ser dividido em fases, a fase folicular e a lútea, que tem como divisão a ovulação.

• Citoplasma
Protoplasma da célula, exclusive o do núcleo.

• Colo uterino
Parte mais baixa do útero que se estende para dentro da vagina. Esta se dilata durante o trabalho de parto para permitir a passagem do bebê.

• Concepção
Ato de conceber ou ser concebido.

• Concepção assistida
O mesmo que Reprodução Assistida.

• Contagem de espermatozóides
O número de espermatozóides num ejaculado. Também chamado de concentração de espermatozóides e expresso como o número de espermatozóides por mililitro.

• Corpo lúteo
Estrutura que se forma no local de um folículo ovárico após libertar um óvulo. O corpo lúteo liberta estrogênio e progesterona, duas hormonas necessárias para a manutenção da gravidez. Se a gravidez acontece, o corpo lúteo funciona por cinco ou seis meses. Se a gravidez não acontece, ele pára de funcionar.

• Criopreservação
Armazenamento de órgãos ou tecidos a temperaturas muito baixas. Os embriões que não são usados em ciclos de ART podem ser criopreservados para uso futuro.

• Criptorquidia
Descida incompleta dos testículos para o escroto, ficando na região abdominal ou no canal inguinal.

• Cromossomo
Estrutura onde está o material genético responsável pelas funções das células. Temos 23 pares de cromossomos, entre eles o X e o Y (cromossomos sexuais).

• Curetagem
Também conhecida por raspagem, é um exame complementar utilizado em ginecologia, quer para diagnóstico quer para tratamento. A curetagem pode ser utilizada para recolha de amostras do endométrio, ou para evacuação do conteúdo uterino duma gravidez não evolutiva, associada a alterações fetais que possa constituir uma ameaça para a mãe. A curetagem exige a dilatação do colo do útero para ter acesso à cavidade uterina; a dilatação é feita com instrumentos próprios que se designam de velas; após a dilatação do colo do útero a colheita de material do endométrio ou a evacuação da cavidade uterina é feita com a utilização dum instrumento designado de cureta.

• Curva da temperatura corporal basal
Registro da temperatura da mulher (todas as manhãs, ao acordar e pela mesma hora), com vista à identificação das alterações que representam a ovulação.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

Ótimo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

×

Este artigo foi avaliado 200 vezes
A avaliação está em 4.07



  

©1999-2018 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que você acesse o e-familynet através de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que você use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×