2811 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

Casais preferem adotar recm-nascidos

A grande maioria dos casais que se propõem a adotar uma criança busca um bebê recém-nascido, do sexo feminino e branco.

A informação é da Fundação Orsa, entidade criada há seis anos pelo Grupo Orsa (indústria do ramo de papel e celulose), que desenvolve projetos direcionados à crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social.
Segundo a coordenadora da área de Promoção Social, Elizabeth Terezinha Rosa, ao contrário da preferência dos casais, os abrigos (antigos orfanatos) contam com uma grande quantidade de crianças acima de quatro anos de idade e muitos têm irmãos. "As pessoas têm resistência em adotar uma criança maior, que já passou por abrigos", afirma.

Geralmente, crianças com esse perfil são aceitas por casais estrangeiros. "Muitas vezes questionamos: será que o estrangeiro é mais nobre já que aceita uma criança mais velha e grupo de irmãos?"

Se analisarmos, um casal estrangeiro que toma esta atitude, conta no seu país com uma rede social pública de altíssima qualidade, têm muito apoio", enfatiza Elizabeth.

Muito se comenta sobre a burocracia existente no processo de adoção, o que desestimula o casal. Porém, segundo a coordenadora, essa burocracia é necessária, uma vez que as pessoas devem deixar muito claro o objetivo da adoção. O que a levou a tomar essa atitude. "Muitas pessoas acham que adotar uma criança é fazer caridade, e adoção é muito mais que isso.
Diante disso, a equipe tem que avaliar todos os aspectos, antes da adoção ", declara.

O casal que deseja adotar uma criança deve procurar a Vara da Infância e juventude mais próxima de sua residência.
No local, participam de uma avaliação técnica, ocasião em que informam as características que preferem na criança que desejam adotar.

Depois disso, o casal vai sendo chamado, à medida que vão surgindo crianças que se encaixam naquele perfil.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 122 vezes
A avaliao est em 4.06



  Imprimir este artigo

Artigo cedido por Loja do Bebê
Loja virtual para gestantes e mães.



  

©1999-2017 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×