1339 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

Adoo de inter-raciais

A adoção no Brasil ainda sofre muitos preconceitos. Por este motivo é que com freqüência os pais adotivos não revelam esta condição para seus filhos, com medo que estes sejam discriminados pelos parentes, vizinhos e colegas de escola.

A adoção de uma criança de características raciais diferentes das do casal faz com que surjam preconceitos não só pela adoção, como também por esta diferença. Apesar de se pregar que no Brasil não há racismo, sabemos que o nosso país foi o último a abolir a escravidão, há pouco mais de um século. Não temos uma agressividade explícita como nos Estados Unidos em relação aos negros, porém, só na constituição de 1988 é que este ato foi considerado crime. Através dos informes do IBGE comprovamos estatisticamente que os negros têm baixos salários, nível de escolaridade inferior e morrem mais cedo.

As pesquisas sobre a adoção no Brasil são poucas e inexistentes sobre adoção inter-racial, o contrário do que acontece em países desenvolvidos, onde a literatura é vasta. Estes países são bem mais acostumados e aceitam com naturalidade a adoção de crianças de outras raças.

Pesquisas feitas no Brasil revelam que o maior número de adotantes (95%) são brancos. Temos que levar em conta que, em geral, quando se resolve adotar uma criança, busca-se alguém que se assemelhe ao máximo consigo, como que tivesse reproduzindo o ato da própria criação. Nos países desenvolvidos, parece que as pessoas que resolvem adotar, muitas vezes o fazem com intuito assistencial, por isso, até preferem crianças que representam ter maiores dificuldades.

Os pontos ressaltados pelos especialistas são que a adoção seja feita em idade precoce, que haja capacidade de aceitação por parte dos adotantes em conviver com as diferenças raciais e saberem lidar com as reações da comunidade.

Mas o que se temos de informação através das pesquisas é que a cor da pele não é o que determina o sucesso da adoção. O problema que enfrentam é o da discriminação racial da comunidade, enquanto as experiências dentro da família são positivas e de muito carinho.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 202 vezes
A avaliao est em 4.07



  Imprimir este artigo

Artigo cedido por Loja do Bebê
Loja virtual para gestantes e mães.



  

©1999-2017 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×