1892 usuários online no momento.
Participe em nossa comunidade é divertido e é totalmente gratuito!

Controles e gravidez programada

Existe vários métodos para evitar filhos.
Ao optar por um método, peça a seu médico(a) orientação para evitar uma gravidez não programada.
As novidades mais recentes no campo da anticoncepção são: implante subcutâneo, anel vaginal, adesivo, e a pílula com baixa dosagem hormonal.

Procure tomar conhecimento junto ao profissional, se a sua opção sobre o método contraeptivo escolhido, é adequada as suas necessidades.

Métodos anticonceptivos:
• Pílula: Seu mecanismo de funcionamento é através dos hormônios estrógenos e progesterona, impedindo a liberação de estímulos pela hipofise conseqüentemente inibindo a ovulação.
Após o termino da medicação a paciente menstrua, iniciando-se novo ciclo. Como vantagens podemos citar, melhora dos sintomas da cólica menstrual, conseqüentemente a TPM, regulariza o ciclo menstrual e diminui os riscos de câncer de ovário e endométrio. As desvantagens, exige regularidade de horário de tomada, não oferece proteção contra DST, segundo alguns autores.
Os efeitos colaterais mais comuns são: cefaléia e náuseas. Os autores consideram que apresentam um risco de falha de 0,3 %.
• Implante sub-cutaneo: Seu mecanismo de funcionamento consiste num bastão com progesterona que é inserido na parte interna do braço ou nádegas para impedir a ovulação. Existe produtos com 1 ou até 6 hastes para implante.
As vantagens são: diminuição da TPM, duração de 3 a 5 anos, a volta da fertilidade ocorre após a retirada. As desvantagens são: alteração de ciclo menstrual .
O índice de falha gira em torno de 1,1%.
• DIU: É um dispositivo inserido na cavidade uterina pelo profissional, com liberação da substancia ativa, com finalidade de exterminar os espermatozóides.
Vantagens duração de 5 a l0 anos. Após a retirada a fertilidade não fica comprometida. Como desvantagens, aumento da cólica menstrual e ciclos aumentados.
Índice de falha de 0,5 a 0,7%.
• Diafragma: É um anel coberto por borracha ou silicone, inserido na cavidade vaginal antes da relação sexual e retirada no Maximo 24 após a ejaculação. Cria uma barreira a nível de colo uterino, deve ser usado juntamente com um espermicida.
Vantagens: Usado no período da amamentação. Desvantagens: Irritação vaginal e predispõe a ITU.
• Injeções mensais: Preparados a base de estrógeno e progesterona, sua administração é mensal geralmente no 8 dia do ciclo menstrual. Tem os mesmo efeitos dos contraceptivos orais. É uma grande quantidade de hormônios aplicados de uma só vez.
• Coito interrompido: Consiste na retirada do pênis antes da ejaculação, evitando que o semem seja depositado na cavidade vaginal. E bastante falho pois o liquido eliminado antes da ejaculação propriamente dita, contem espermatozoides vivos, causa problemas de ordem emocional, por ser uma relação interompida.
• Camisinha: Pode ser de 2 tipos a masculina e a feminina, protege com as DSTs inclusive AIDS,
• Pilula do dia seguinte: Método contraceptivo emergencial, não deve ser usado como rotina, devido aos problemas que causa. Deve ser utilizado até 72 horas depois da relação desprotegida.


 Publicação: 

Avaliar esse artigo:

timo!

Agradecemos sua opinião.
Sua participação é de grande ajuda.

Fale com seus amigos sobre este artigo.

×

Este artigo foi avaliado 105 vezes
A avaliao est em 3.95



  Imprimir este artigo

Artigo cedido por Loja do Bebê
Loja virtual para gestantes e mães.



  

©1999-2017 E-familynet - O portal da família


Em Breve.

Google+ e Twitter Login

Estamos trabalhando em outras variedades de login para permitir que voc acesse o e-familynet atravs de sua rede social favorita. Por enquanto, recomendamos que voc use o login do Facebook.

Por favor, tente novamente em breve.

×